Essay:

Essay details:

  • Subject area(s): Marketing
  • Price: Free download
  • Published on: 14th September 2019
  • File format: Text
  • Number of pages: 2

Text preview of this essay:

This page is a preview - download the full version of this essay above.

Em seu livro Sevcenko, buscou compreender este momento, que foi muito influenciado pelo conturbado início do século XX. Apresenta (e representa) uma visão sobre a história ocidental entre o fim do século XIX e o começo do século XXI, procurando ponderar não apenas fatos históricos, mas abranger diversas áreas do conhecimento, enxergando nas artes plásticas sua expressão. A metáfora da montanha-russa, apesar de causar um certo estranhamento em um primeiro momento, é extremamente forte para demonstrar a relação entre ‘progresso e desenvolvimento', ‘progresso, velocidade e tempo`.

É importante notar que a vertigem que vivemos no século XXI, proveniente da metáfora do loop (da montanha-russa), é identificada por Hartog como crise do presentismo. Ambos os autores enxergam o tempo como uma problemática importante que não se limita a historiografia mas atinge nossa maneira de nos relacionar com o tempo (inclusive o do relógio) e como ele influencia o imaginário coletivo (e vice-versa).

No capítulo 2, Sevcenko destaca que desde os fins do século XIX, a crescente migração da população mundial do campo, era da onde viriam a ser as grandes metrópoles, gera uma grande alteração social com a criação do sindicado, revindicando os direitos trabalhistas, contra as antigas condições desumanas perpetuadas pelos lenlots. Bem no início do século XX, a eletricidade, o transporte, a melhoria da qualidade de vida e a fotografia, invadem a vida de ricos e pobres, de modo quase simultâneo, exigindo assim, que as pessoas se adaptem as acelerações maravilhosas das máquinas de todo o gênero.

Uma mudança de valores, sem precedentes começa a influenciar novos valores sócias quando entra em cena o consumismo desacerbado, a ditadura de moda e a evolução do marketing, para seduzir a massa, viabilidade social e seu poder de sedução passam a ser diretamente proposicionais ao seu poder de compra. Consequentemente acontece uma alteração na percepção e na sensibilidade daqueles que estão diretamente ligados no turbilhão de invenções acarretando uma quebra progressiva de paradigmas nunca imaginados ate então.

Em meados do século XX, ouve a supre valorização do olhar, resultando de técnicas cinematográfica e televisivas, influindo no cotidiano de cada ser humano, nos mais diferentes cantos do planeta, o próprio movimentos artísticos a partir dadaístas assumem uma nova postura de pensamento ao vestir o rotulo de van guarda, além dos novos métodos de sedução através da mídia, os próprios produtos passam a compartilhar um novo padrão visual homogênico inovador com cores e linha e textura introduzindo um novo código icônico da modernidade.

A vulgarização das artes e dos valores, através da indústria do entretenimento, provocou a mudança nos papéis de atores e políticos através da destruição da sua auria e imagética, novos padrões de comportamento foram sendo implementados como uso credente das recentes invenções, sendo aplicados como intuído de divertir as massas com emoções baratas, atigrando os mais distardes confins do planeta, o cinema e a televisão implantaram um novo fenômeno cultural, com forma padronizadas com duração e efeitos calculadas para incutir no publico novas mensagem de otimismo e conformidade, causando empobrecimento social, cultural e emocional, vestindo a nova moda, ou seja, você não e mais o que pensa sim e o que você consome.

Uma quebra de arquétipos foi sendo assimilada, a partir do momento que determinados setores da população passaram a repudia as ditaduras do campo politico, cultural, social e econômico, desde 1917 com advento da revolução russa, ate 1990, com a queda do muro de Berlim o planeta viveu sobre a ejá de edeologias bipolar tentando conquistar seu rebanho com o comunismo, ameaçando a hegemonia do poderes ocidentais. Já Svecenko aborda a cultura presentista também como um fenômeno de massa, algo que, aliada ao sistema capitalista (consumo) e a tendência mundial de globalização (1970 em diante), é alienadora e potencialmente homogenizadora. Dessa maneira a cultura passa a ser rentável, vendável, a preços internacionais de mercado. Em outras palavras, a cultura presentista busca criar um discurso único e onipresente perante seus consumidores.

      “Essas distorções que a mentalidade do presentismo imprimiu nas esferas da política e das empresas foram ademais potencializadas por dois outros fatores que a transporiam também para os âmbitos da cultura, do comportamento e dos valores definidores do status social. Esses fatores foram a publicidade e o consumismo, que, fortalecidos pela desregulamentação dos mercados, pela revolução das comunicações e pela concentração de renda, status a ideologia por excelência das sociedades neoliberais e o estofo de ilusões que veio a preencher o vazio do ¨pensamento único” (Sevcenko, 2001: 47).

No Brasil, por pelo menos, dois momentos a sociedade se mobilizou para muda o sistema politico, mesmo sem ajuda dos meios de comunicação, em 1943 com o manifesto dos mineiros e em 1984 com as diretas já, a partir da década de 50, os escritos bitiniques e logo a pois os, ripes na década de 60, os adolescentes passaram a supera dogma, através de modo de vida libertários, e fora dos padrões, o uso de drogas, o feminismo, a libertação sexual, a participação dos movimentos estudantis em todo o mundo, trouxe uma nova visão do mundo globalizado, o maior exemplo de conexão entre ditadura publicitaria e a pop arte, com artistas que, ao mesmo tempo, que foi um respeitado artista de vanguarda, foi também criador de diversos rótulos, logotipos e simplismos.

...(download the rest of the essay above)

About this essay:

This essay was submitted to us by a student in order to help you with your studies.

If you use part of this page in your own work, you need to provide a citation, as follows:

Essay Sauce, . Available from:< https://www.essaysauce.com/essays/marketing/2018-6-19-1529375449.php > [Accessed 14.10.19].